..::data e hora::.. 00:00:00

Política

Prefeito de Rio Branco prepara reforma administrativa que prevê aumento do salário dele e do vice; volta de secretarias e novos cargos

Proposta deve ser enviada ainda nesta terça-feira (11) para Câmara de Vereadores, segundo presidente da Casa. Votação está prevista para semana que vem em sessão extraordinária durante recesso parlamentar

O prefeito Tião Bocalom (PP) prepara os últimos detalhes do projeto de reforma administrativa que deve ser enviado à Câmara de Vereadores ainda nesta terça-feira (11) para votação durante recesso parlamentar, em sessão extraordinária.

O g1 tentou por cinco dias saber com a prefeitura de Rio Branco quais são os pontos da reforma, mas não obteve resposta até última atualização desta reportagem.

O presidente da Câmara Municipal de Rio Branco, vereador N Lima, tem acompanhado de perto as discussões da reforma e informou que, entre as mudanças propostas, estão a volta de duas secretarias - de Cultura e de Esporte -, além do aumento de cargos comissionados, que foram extintos pela ex-prefeita, Socorro Neri.

Outro ponto da reforma é o aumento de 30% nos salários do próprio prefeito, que atualmente recebe R$ 17,5 mil, do seu vice e dos secretários que recebem R$ 12,4 mil.

“A proposta vai chegar e vai para a secretaria legislativa para protocolo, depois vai para a Procuradoria dar o parecer e, em seguida, é encaminhada às Comissões de Constituição e Justiça e a de Orçamento e Finança. Somente depois disso é que será marcada a sessão extraordinária para votação, que deve ser lá para próxima semana”, disse o vereador.

Em janeiro de 2019, a então prefeita Socorro Neri extinguiu 12 órgãos e exonerou secretários, diretores e ocupantes de cargos comissionados lotados nos locais. A reforma administrativa feita na época reduziu cerca de 132 cargos comissionados. A ideia era reduzir em R$ 12,8 milhões os gastos de manutenção da máquina pública.

A reforma proposta por Bocalom deve voltar com cerca de 60% do total de cargos que tinham sido extintos por Socorro, segundo informou o presidente da Câmara.

Image
Image

banner mk xl

logo news2