..::data e hora::.. 00:00:00

Eleições 2020

Eleito, Bocalom diz que composição de seu governo vai ser gradativa e que fará auditoria na Prefeitura de Rio Branco

Candidato do PP, Tião Bocalom, foi eleito neste domingo (29) prefeito de Rio Branco. Ele derrotou Socorro Neri, candidata à reeleição pelo PSB, com quem disputou o 2º turno. Bocalom venceu com 62,93% de votos

Em suas primeiras palavras como prefeito eleito de Rio Branco, Tião Bocalom (PP) disse que está feliz por ter saído vitorioso e que sua primeira ação como prefeito vai ser fazer uma auditoria para saber como andam os contratos em execução na prefeitura.

“Evidentemente que, primeiro de tudo, vamos fazer uma auditoria para saber como andam os contratos em execução e tudo que o tem acontecido. Então, primeiro de tudo, é uma auditoria. Evidentemente que a saúde está um caos e precisamos dar uma resposta com essa questão.”

O candidato eleito agradeceu a todos que confiaram em seu plano de governo, que votaram nele e falou que não teria vencido se não fossem seus apoiadores.

“Agradeço imensamente a todos nesse momento a palavra é gratidão. Obrigado cada um dele, obrigado a senadora Mailza, que segurou nosso projeto. Se a senhora não tivesse essa postura e o pulso que teve Bocalom não teria chegado a ser prefeito. Obrigado Bestene, que também foi um guerreiro do nosso partido, obrigado Petecão, a todos que entraram de cabeça, nossos vereadores que foram para ruas e todos nossos candidatos, apesar de ser apenas 40, mas foram representaram muito mais de mil”, comemorou.

Sobre a composição de seu governo, ele disse que vai ser feita de forma gradativa.

foto 12 webBocalom agradeceu a todos que confiaram em seu plano de governo — Fotos: Assessoria

“A composição do nosso governo vai ser gradativa e devagar. Não assumiremos dia primeiro de janeiro com toda a equipe nomeada em absoluto. Vamos nomear algumas peças chaves e, devagarinho, a gente vai nomeando ao longo de um certo tempo.”

O candidato do Progressistas, Tião Bocalom, foi eleito neste domingo (29) prefeito de Rio Branco, capital do Acre. Ele derrotou nas urnas Socorro Neri, candidata à reeleição pelo PSB, com quem disputou o segundo turno das eleições. Bocalom foi eleito com 62,93% de votos.

Será o primeiro mandato de Bocalom como prefeito na capital acreana. A vice dele será Marfisa Galvão (PP).

Sobre a responsabilidade de governar pela primeira vez a capital acreana, o candidato eleito disse que é uma grande responsabilidade, mas que está preparado paras esse novo desafio em sua carreira.

“É uma grande responsabilidade, especialmente pela votação que tivemos. Então, espero governar bem Rio Branco e cuidar bem das pessoas, dessa cidade, do nosso campo, dos nossos jovens, adultos e idosos e que daqui há quatro anos a população diga ‘volta, Bocalom’”, disse.

Resultados

Com 100% das urnas apuradas, Bocalom somou 104.746 votos, ou 62,93% dos válidos, derrotando a atual prefeita, Socorro Neri (PSB), que tinha 61.702 votos (37,07%). Bocalom tinha o apoio do presidente Jair Bolsolnaro (sem partido).

Brancos 3.328 (1,91%) e nulos 4.473 (2,57%) somavam 7.801 votos. Houve ainda as abstenções 84.424 (32,11%) -- mais do que a votação da candidata derrotada.

Somados brancos, nulos e abstenções, chegava-se a 92.225 “não votos”.

Perfil

Tião Bocalom nasceu em Bela Vista do paraíso (PR), já foi prefeito de Acrelândia, cidade do interior do Acre, por dois mandatos. Aos 67 anos, é professor formado em matemática na Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Mandaguari (Fafiman) e em Ciências Físicas e Biológicas pela Faculdade de Ciências Físicas e Biológicas de Umuarama (PR). Além de prefeito, Bocalom já foi vereador na cidade de Nova Olímpia, no Paraná, onde começou sua carreira política.

Image
Image

logo news2