..::data e hora::.. 00:00:00

Saúde

Novembro Azul: 17 homens morreram de câncer de próstata em 2021 no Acre

Número de óbitos pela doença no ano passado chegou a 30 no estado acreano. Novembro Azul chama atenção para o cuidado com a saúde dos homens

O Acre registrou 17 mortes decorrentes do câncer de próstata ao longo de 2021, segundo dados do Núcleo de Prevenção de Doenças Crônicas da Secretaria Estadual de Saúde. Em todo o ano passado foram registrados 30 óbitos pela doença.

Para chamar atenção dos homens para o cuidado com a saúde é que existe o “Novembro Azul”. O mês é dedicado especialmente a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. E, quando o assunto é câncer de próstata, os exames clínicos são indispensáveis.

Do total de óbitos registrados este ano, sete foram na capital Rio Branco e quatro na cidade de Sena Madureira. Os outros seis casos estão divididos entre as demais cidades.

Ainda conforme os dados, entre os meses de janeiro e novembro, 12 homens foram diagnosticados com o câncer de próstata. No ano passado, o número de diagnósticos chegou a 30, ou seja, 11 a menos que em 2019, período pré-pandemia. Com relação aos óbitos, em 2019 foram registrados 41 casos.

Diagnóstico precoce e chances de cura

O diagnóstico precoce pode garantir a cura do câncer de próstata. O Ministério da Saúde e Sociedade Brasileira de Urologia recomendam que homens a partir dos 45 anos, com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, procurem um médico urologista para realizar exames anualmente.

Segundo o urologista Rudney Kato, também é recomendado que homens da raça negra iniciem os exames com 45 anos.

“A prevenção traz a possibilidade de você detectar precocemente um câncer na fase bem inicial e isso leva também a um aumento de chance desse paciente se beneficiar do tratamento, que pode ser até curativo. Se você pegar um câncer na fase inicial e de baixo grau e até alguns intermediários, você tem possibilidade de cura de quase 80%. Como em nosso país existe uma miscigenação muito grande, eu oriento que os homens iniciem as visitas anuais ao seu urologista aos 45 anos”, informou.

O especialista lembra que não existe tratamento que previna o câncer de próstata e ressalta a importância dos exames para a detecção precoce da doença. “Não existe uma vacina, um remédio que possa tomar preventivamente para evitar que desenvolva câncer. O homem envelhece e ele já está aumentando seu risco de desenvolver câncer de próstata.”

Image
Image

banner mk xl

logo news2