..::data e hora::.. 00:00:00

Saúde

No Dia Mundial da Imunização, Saúde ressalta a importância das vacinas ao longo da vida

No Dia Mundial da Imunização, Saúde ressalta a importância das vacinas ao longo da vida

O Dia Nacional da Imunização tem como objetivo chamar a atenção para a importância das vacinas, tanto para o indivíduo como para a saúde coletiva. Com esse intuito, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), neste domingo, 9 de junho, reforça as ações para incentivar a população a manter a caderneta de vacinas atualizada.

No Acre, o Sistema Público de Saúde oferece gratuitamente 32 vacinas, 12 soros e 4 imunoglobulinas para diferentes fases da vida, desde bebês até idosos, em 229 salas de vacina espalhadas pelo estado.

“O compromisso com a imunização é fundamental para garantir a saúde da nossa população e prevenir doenças graves,” afirmou o secretário de Saúde, Pedro Pascoal.

vacina 002O secretário de Saúde, Pedro Pascoal. Foto: Diego Gurgel/Secom

A imunização é um direito do cidadão e é uma das medidas mais importantes para a redução de doenças, sequelas e mortes. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), vacinas previnem mais de 20 doenças fatais, evitando cerca de 2 a 3 milhões de mortes anuais por doenças como difteria, tétano, coqueluche, influenza e sarampo.

Vacinação ao longo da vida

Infância: Até os dez anos, as crianças devem receber 13 vacinas, além das segundas e terceiras doses e reforços. Entre elas estão BCG, hepatite B, meningite C, tríplice viral e vacina contra a Covid-19.

vacina 003Até os dez anos, as crianças devem receber 13 vacinas. Foto: Odair Leal/Secom

Adolescência: A partir dos dez anos, a proteção continua com vacinas como a HPV, que previne o câncer de colo de útero, meningocócica ACWY, hepatite B e tríplice viral.

Gestantes: Durante a gestação, vacinas como a da gripe, Covid-19, DT e dTpa são essenciais para proteger tanto a mãe quanto o bebê.

Adultos: Acima dos 18 anos, é recomendada a atualização vacinal com imunizantes como hepatite B, febre amarela, tríplice viral e Influenza.

vacina 004“Manter a vacinação em dia é uma responsabilidade de todos”, destacou Renata Quiles, coordenadora estadual de Imunizações. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Manter a vacinação em dia é uma responsabilidade de todos. A adesão às vacinas é essencial para a proteção individual e coletiva,” destacou Renata Quiles, coordenadora estadual do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Importância das vacinas:

  • BCG: Protege contra formas graves de tuberculose.
  • Pentavalente: Contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e haemophilus influenzae tipo B.
  • Pneumocócica 10-valente: Contra pneumococo, causador de pneumonia e meningite.
  • Meningocócica C: Contra o meningococo C, causador de meningite.
  • Rotavírus: Contra diarreia e desidratação.
  • VIP/VOPb: Contra poliomielite.
  • Dupla Adulto (dT): Contra difteria e tétano.
  • Tríplice Viral: Contra sarampo, caxumba e rubéola.
  • Tríplice Bacteriana (DTP): Contra difteria, tétano e coqueluche.
  • dTpa: Administrada em gestantes, protege contra difteria, tétano e coqueluche.
  • Hepatite A: Protege contra hepatite A.
  • Varicela: Contra catapora.
  • HPV: Protege contra quatro tipos de papilomavírus humano.
  • Febre Amarela: Recomendada para áreas endêmicas.

Outras Vacinas:

Além dessas, a Saúde oferece a vacina antirrábica humana e a Jynneos, contra a Mpox.

banner mk xl