..::data e hora::.. 00:00:00

Polícia

Adolescente que ficou em estado grave após se afogar em igarapé no AC passa por fisioterapia

Willy Bezerra continua internado no Hospital da Criança e, segundo tio, ele tem respondido aos estímulos, mas a situação ainda é delicada. Adolescente deixou a UTI na última segunda (15) após 16 dias e agora está em um leito de enfermaria. Ele também deve ser acompanhado por fonoaudiólogo

O estado de saúde do adolescente Willy Bezerra da Silva, de 16 anos, ainda é grave e inspira cuidados, após se afogar no Igarapé São Francisco, no último dia 29, mas a família segue confiante em sua recuperação. Ele continua internado na enfermaria do Hospital da Criança e começou a fazer fisioterapia.

Depois de ficar 16 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ele foi transferido na última segunda-feira (15) para um leito de enfermaria. O tio do garoto, Robson Nascimento, informou que ele tem respondido aos estímulos.

Na sexta (12), o adolescente foi submetido a uma traqueostomia. Por conta desse procedimento, Willy ainda não consegue falar. Ele também ainda não consegue movimentar muito bem os membros, mas o tio disse que a evolução do quadro dele é percebida pelos profissionais que o acompanham.

“Ele continua melhorando, já tiraram a sonda dele e começou a fazer fisioterapia e está respondendo mais ainda aos estímulos. Estamos muito confiantes. Como ainda está com a traqueostomia, ele ainda não fala. Mas, ontem [quinta, 18] ele estava dormindo e a moça que estava lá com ele chamou pelo nome e ele acordou. Essa é uma notícia muito boa e aí a gente acredita que ele não vai ter danos, a confiança aumenta muito mais”, disse o tio.

Willy fez aniversário no último dia 6, quando ainda estava na UTI. O tio contou que os amigos e vizinhos do adolescente estão na torcida para ele sair logo do hospital para uma comemoração pelos 16 anos.

Afogamento

O menor estava brincando na ponte do igarapé, no bairro Raimundo Melo, no dia 29 de janeiro, quando caiu e teria ficado mais de quatro minutos submerso na água.

Populares que estavam no local acionaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e realizaram os primeiros socorros enquanto a ajuda médica chegava.

Quando a equipe do Samu chegou, os médicos passaram mais de seis minutos tentando reanimar o adolescente. Ele foi levado entubado e em estado grave para o pronto-socorro da capital e no mesmo dia foi transferido para o Hospital da Criança.

Image
Image

logo news2