..::data e hora::.. 00:00:00

Educação

No Acre, presídios oferecem 400 vagas no Enem para pessoas privadas de liberdade

Inscrições começam nesta segunda-feira (6) e seguem até até o dia 17 de setembro. As provas ocorrem em 11 e 12 de janeiro de 2022

As inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL) 2021 começaram nesta segunda-feira (6) e seguem até o dia 17.

No Acre, os presídios estão oferecendo 400 vagas para os interessados em fazer as provas. Os familiares podem solicitar a inscrição do preso na Divisão do Polo Moveleiro, em Rio Branco.

Os documentos exigidos na inscrição são a cópia do RG e número do CPF. As provas do Enem PPL têm o mesmo nível de dificuldade do Enem regular.

A única diferença está na aplicação, que ocorre dentro de unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos respectivos órgãos de administração prisional e socioeducativa de cada estado.

Margarete da Frota Santos, chefe da Divisão de Educação Prisional do Acre, explica que o preso que for fazer a prova recebe acompanhamento da unidade.

“Após as inscrições , ofertamos livros para estudarem. Em algumas unidades, os presos participam de projetos de leitura nos quais são orientados em produção textual. O que tem por finalidade também prepará-los para a participação em exames como o Enem e o Encceja [Exame Nacional Para Certificação de Competências de Jovens e Adultos]”, diz.

Ela afirma também que as aulas dentro das unidades foram mantidas, mesmo durante a pandemia, mantendo o formato híbrido.

“Parte da carga horária na sala de aula e parte com material didático com roteiro de orientação de estudos a serem realizado nas celas”, pontua.

A aplicação das provas ocorre entre os dias 11 e 12 de janeiro de 2022 dentro dos presídios.

Image
Image

logo news2