..::data e hora::.. 00:00:00

Economia

Crédito para micros e pequenos empresários bate recorde em 2020

Mais de R$ 11 bi de contratações com recursos de fomento na Amazônia Legal. Para as micro e pequenas empresas, foram destinados R$ 1,2 bilhão

O ano de 2020 não foi fácil, crise sanitária em todo o país, recorde de desemprego e aumento da pobreza foram destaques todos os dias. Para o microempresário, Alann Rezende, o crédito conseguido em 2020 ajudou muito a ter fluxo de caixa e conseguir passar pelo pior momento da pandemia com menos prejuízos. “Consegui investir num estoque maior e quitar todos os meus débitos que estavam atrasados”, afirma o microempreendedor.

A história do Alann Rezende não foi a única, ele e mais de 2 milhões dos empresários brasileiros sofreram com a crise, segundo o IBGE. As empresas do setor de serviço foram as que mais sentiram os impactos negativos do ano passado. A Região Norte foi a que teve mais empresas fechadas de acordo com a pesquisa realizada em janeiro deste ano.

O FNO (Fundo Constitucional de Financiamento do Norte), recurso operado pelo Banco da Amazônia, tem ajudado muitos empresários, pequenos e grandes produtores urbanos e rurais, além de agricultores familiares. O crescimento de crédito contratado bateu recorde em 2020, o volume acima de R$ 10,48 bi aumentou 36,7% quando comparado com 2019. E isso ajudou muito a economia da região.

O empresário e cliente do Banco da Amazônia, Nelson Guimarães, acredita que o crédito veio no momento perfeito, pois estava precisando reorganizar as contas da empresa por conta da pandemia. “Agora consigo respirar tranquilamente, e já posso sonhar com o futuro da minha empresa. Vou começar a me organizar para pedir mais crédito e aumentar minha empresa”, complementa o empresário.

Segundo o gerente executivo de Pessoas Jurídicas do BASA, Nélio Gusmão, o ano de 2020 foi um ano de grandes desafios para a economia da Amazônia. “Vivemos um ano atípico e estamos preparados para alcançar mais empreendedores que precisam de crédito para fomentar a economia local”, afirma o gerente.

Recursos para 2021

De acordo com o Plano de Aplicação de Recursos para 2021, o Banco da Amazônia disponibiliza R$ 10,8 bilhões para a Amazônia a partir de todas as suas linhas de crédito. Com recursos do FNO, há R$ 7,5 bi ao todo. Para as micro e pequenas empresas, a instituição oferece R$ 1,5 bilhão através da linha FNO Amazônia Empresarial, R$ 2,2 bilhões do FNO Amazônia Infra, R$ 10 milhões por meio do FNO Amazônia MPO e R$ 2,9 bilhões do FNO Amazônia Rural. “Ainda oferecemos crédito de capital de giro isolado do FNO e da carteira comercial da instituição”, informa Nélio.

Os interessados devem procurar as agências do BASA mais próximas e aproveitar os recursos disponíveis com as taxas mais atrativas do mercado bancário.

Image
Image

logo news2