..::data e hora::.. 00:00:00

Brasil/Mundo

Realização da Copa América no Brasil evita perdas de R$ 637 milhões da Conmebol

Em 2019, Brasil faturou R$ 629 milhões com a competição

A Copa América foi confirmada no Brasil. O cancelamento da competição causaria um rombo de R$ 637 milhões nas contas da Conmebol . Segundo a entidade, bastou uma ligação para o presidente Jair Bolsonaro aprovar a proposta. 

A previsão para as receitas, no entanto, é um pouco menor do que da edição anterior, em 2019, quando gerou R$ 629 milhões de faturamento, e gastos de R$ 609 milhões. Este ano, a falta de público a restrição às quatro sedes (Rio de Janeiro, Goiás, Distrito Federal e Mato Grosso) ameaça a rentabilidade do torneio. 

Segundo apuração do Estadão, projeção do início do ano para o faturamento era de R$ 641,5 milhões, contando com presença parcial de público. Os custos já estão definidos em cerca de R$ 637 milhões. A conta, portanto, não deve fechar.

Esta é a quarta vez em seis anos que ocorre a competição, 2015, 2016, 2019 e 2021. O cancelamento significaria um rombo ainda maior nas contas da entidade, que já planejou o ano contando com retorno lucrativo da Copa.

Para 2021, a meta orçamentária da Conmebol é ambiciosa: arrecadar US$ 487 milhões (mais de R$ 2,5 bilhões), contando com o retorno gradual dos torcedores aos estádios.

No ano passado, a confederação teve uma queda de 33% em comparação com o ano de 2019, a receita total foi de US$ 329,8 milhões (R$ 1.698 milhões).

Image
Image

logo news2