..::data e hora::.. 00:00:00

Jamaxi

A prefeita de Rio Branco e presidente da Associação dos Municípios do Acre (Amac), Socorro Neri, protocolou na manhã desta segunda-feira, 08, no Tribunal de Contas do Estado (TCE), um pedido para que o órgão faça uma auditoria completa nas contas e contratos da Amac.

O ex-candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, escreveu no jornal Folha de São Paulo de ontem, sábado, sobre a Vaza Jato. Ele denuncia que a força-tarefa liderada pelo ex-juiz Sérgio Moro, como revelou o site Intercept, transformou-se em um projeto de poder.

A liderança do deputado Luis Tchê (PDT) do Governo de Gladsson Cameli, ao que tudo indica, subiu no telhado.

A juíza da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), Luana Campos,

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai divulgar nota rebatendo as críticas do presidente Jair Bolsonaro sobre sua atuação no caso Adélio Bispo.

Em nota encaminhada à imprensa, fazendo referência aos últimos fatos políticos que envolvem seu nome, a deputada federal Mara Rocha (PSDB) revelou que está sendo vítima de um complô político.

O deputado Edvaldo Magalhães (PC do B) escalou a tribuna na sessão de ontem, terça-feira (11), para comentar os vazamentos das conversas entre o coordenador da força-tarefa da Lava-Jato, Deltan Dallagnol, e o então juiz e hoje ministro da Justiça, Sérgio Moro.

O conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Conselho Nacional do Ministério Público, o advogado acreano Erick Venâncio, informou na manhã de ontem que a instituição apresentará uma representação junto ao CNMP pelos diálogos publicados pelo site Intercept Brasil

A frase do ex-governador e grande líder trabalhista Leonel Brizola é implacável: “A política ama a traição, mas abomina o traidor”. A lapidar frase do falecido político gaúcho, que fez parte da carreira política no Rio de Janeiro, há de cobrar seus dividendos do ex-deputado estadual petista Ney Amorim, hoje exercendo a coordenação política do governo Gladson Cameli (PP).

Ontem pela manhã, em entrevista a uma emissora de Cruzeiro do Sul, o Governador Gladson Cameli (PP) revelou que durante a antiga gestão do Depasa no município a instituição pagava a um provedor da internet, sediado na cidade, o valor mensal de R$ 57 mil.

Image
Image

logo news2