..::data e hora::.. 00:00:00

Geral

Comunidades do Parque Estadual Chandless recebem intervenção cultural de grupo de artes

Comunidades do Parque Estadual Chandless recebem intervenção cultural de grupo de artes

A comunidade do Parque Estadual Chandless (PEC), uma das unidades de conservação geridas pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Acre (Sema), recebeu, na semana passada, uma intervenção cultural realizada pelo Grupo Estrela Altaneira. A atividade faz parte das ações comemorativas dos 20 anos de criação do PEC, a serem completados em setembro.

A intervenção faz parte da pesquisa do mestrando em Artes Cênicas Thales Vasconcelos e do projeto de extensão do Grupo de Teatro Experimental (Grute), da Universidade Federal do Acre (Ufac), financiado pela Fundação Nacional de Artes (Funarte). A ação culminará em uma peça de teatro construída a partir da imersão dos artistas nas comunidades visitadas.

Essa já é a terceira expedição realizada por meio do projeto “Cantos, causos e brincadeiras tradicionais – o sentimento de pertencimento das comunidades tradicionais da Amazônia brasileira”.

A secretária do Meio Ambiente, Julie Messias, abordou a importância de as comunidades receberem esse tipo de ação. “São importantes no sentido de as nossas comunidades participarem das atividades se nutrindo de uma importante troca de experiências e histórias de vida. Além disso, de terem a oportunidade de assistir a uma peça teatral com contação de histórias e terem uma imersão cultural”, disse.

chandless 002Imersão cultural nas comunidades vai culminar em uma peça teatral. Fotos: Marcelo Dagnoni

A Sema apoiou a ação, por meio do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), que tem por objetivo promover a conservação e a proteção permanente de 60 milhões de hectares, ou 15% da Amazônia brasileira.

Thales Vasconcelos informou que a atividade teve como objetivo conhecer o modo de vida das famílias ribeirinhas: “Fizemos essa imersão cultural para entender como são as famílias que moram ali naquela unidade de conservação e também realizar atividades artísticas e culturais com os membros da comunidade, para que eles também tenham, de fato, acesso às políticas culturais”.

A gestora do PEC, Flávia Dinah, enumerou as atividades realizadas na expedição. “Foram feitas visitas às famílias, em suas casas e em outros espaços de convivência dos membros das comunidades visitadas, como escolas e igrejas, com apresentações artísticas como de rodas de contação de histórias, cantoria de músicas e realização de oficinas de teatro com crianças, jovens e adultos”, explicou.

O projeto é financiado pelo Edital Funarte Retomadas 2023 – Teatro e conta com apoio da Ufac, Sema, por meio da gestão do Parque Estadual Chandless, e da Fundação Estadual de Cultura Elias Mansour (FEM), por meio do Museu dos Povos Acreanos.

banner mk xl