..::data e hora::.. 00:00:00

Geral

Com salários atrasados, terceirizados da Educação protestam em frente à secretaria em Rio Branco

Grupo se reúne em frente à Secretaria Estadual de Educação, em Rio Branco, e com cartazes pedem para receber os salários atrasados. Secretário adjunto recebeu grupo e participam de reunião

Há três meses sem receber salários, trabalhadores terceirizados da educação do estado protestam em frente à Secretaria em Rio Branco, na manhã desta segunda-feira (19), e pedem uma resposta com data para pagamento.

Eliana Sabino, auxiliar de serviços gerais, diz que os trabalhadores querem uma resposta e lamenta que os servidores estão em situação financeira difícil. Ela informou que o grupo só deve voltar ao trabalho quando receber o pagamento.

“A gente está há três meses sem receber e a empresa não responde a gente. Sempre a resposta é que o pagamento será na semana seguinte e nisso já se passaram três meses. A gente quer uma resposta porque dizem que é a secretaria”, pontua.

A assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Educação (SEE) informou que o grupo foi recebido pelo secretário adjunto da pasta, Moisés Diniz. E disse ainda que a secretaria tem feito os repasses para as empresas que comprovam a regularidade de documentação e que até fevereiro, a empresa tinha recebido R$ 1 milhão que foi até quando comprovaram.

Uma possível solução, de acordo com a secretaria, é que os funcionários recebam o pagamento por meio judicial, ou seja, o salário cai diretamente na conta deles.

O G1 tentou contato com a empresa, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.

Eliana não soube informar quantos funcionários estão com os salários atrasados. “Não temos nem vale para vir trabalhar, estamos passando necessidade com nossos filhos. Não tenho um real de FGTS, tenho mais de um ano na empresa e nuca depositaram nada.

Image
Image

logo news2