..::data e hora::.. 00:00:00

Brasil/Mundo


banner 1200x250 03


Valdemar da Costa Neto é preso por porte ilegal de arma de fogo

Valdemar da Costa Neto é preso por porte ilegal de arma de fogo

Presidente do PL foi um dos alvos da operação da Polícia Federal desta quinta-feira

O presidente do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, foi detido em flagrante na manhã desta quinta-feira (8), em Brasília, por posse irregular de arma de fogo. A informação é da Camila Bomfim, da GloboNews

Por volta das 11h10, o político estava na sede da Polícia Federal para as formalidades do flagrante. Ainda não se sabe se Valdemar seguirá preso, ou se será liberado após prestar esclarecimentos.

Segundo informações iniciais apuradas pela jornalista, a arma encontrada no endereço de Valdemar estava com a documentação vencida e registrada no nome do filho do político.

O flagrante foi identificado enquanto policiais federais faziam buscas em um dos endereços de Valdemar Costa Neto no âmbito da operação Tempus Veritatis, que apura o envolvimento do ex-presidente Jair Bolsonaro, ex-ministros e ex-assessores na elaboração de um golpe de Estado no período das eleições de 2022.

Entre os alvos de busca e apreensão estão aliados muito próximos do ex-presidente, como o general Walter Braga Netto, ex-ministro da Defesa e da Casa Civil e candidato a vice de Bolsonaro em 2022; o general Augusto Heleno, ex-ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), o general Paulo Sérgio Nogueira, ex-ministro da Defesa; e o presidente do PL, Valdemar Costa Neto.

Os mandados estão sendo cumpridos nos estados do Amazonas, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Ceará, Espírito Santo, Paraná, Goiás e no Distrito Federal.

“Os fatos investigados configuram, em tese, os crimes de organização criminosa, abolição violenta do Estado Democrático de Direito e golpe de Estado”, informou a PF, em nota.

banner mk xl