..::data e hora::.. 00:00:00

Brasil/Mundo


banner 1200x250 03


Após indicação para o STF, Bolsonaro chama Dino de ‘imbecil’

Após indicação para o STF, Bolsonaro chama Dino de ‘imbecil’

Ex-presidente usou as redes sociais para criticar a indicação do Ministro da Justiça ao STF

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou a nomeação do Ministro da Justiça Flávio Dino , feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para o Supremo Tribunal Federal (STF) na vaga da ministra Rosa Weber. Bolsonaro compartilhou um vídeo nas redes sociais em que se refere a Dino como “imbecil que se acha Deus”; veja:

Assim como Lula, Bolsonaro também indicou seu então ministro da Justiça para o STF, o atual ministro do STF André Mendonça. O titular da Justiça que o sucedeu na gestão Bolsonaro, Anderson Torres, está preso

Além de Mendonça, Bolsonaro também indicou Nunes Marques, emplacando dois ministros na Suprema Corte.

Dino teve a nomeação oficializada nesta segunda (27) e já tem data marcada para a sabatina na Comissão de Constituição e Justiça do Senado: 13 de dezembro.

O futuro ministro era governador do Maranhão entre 2015 e 2022, ou seja, nos últimos 4 anos de mandato lidou ainda mais com Bolsonaro.

Não é de hoje que os dois se estranham. Em 2022, Bolsonaro sugeriu que Dino era um “comunista gordo”.

“Vocês repararam que, nos países comunistas, geralmente o chefe é gordo? O cara da Coreia do Norte, gordinho né? Venezuela, gordinho né? Maranhão”, disse.

Dino, que não era do PCdoB e sim do PSB, rebateu cobrando que o presidente “fosse trabalhar”. Em resposta, ele afirmou que a declaração é compatível com a “notória escassez de neurônios” de Bolsonaro e listou problemas mais graves com os quais, segundo ele, o presidente deveria estar lidando.

“Ao bisonho e fracassado ‘piadista’, faço uma conclamação: VAI TRABALHAR. Os problemas federais são cada dia mais graves: inflação, desemprego, aumento dos combustíveis etc.”, escreveu.

banner mk xl